Menu Content/Inhalt

Newsletter

+++ Cadastre-se e receba nosso Newsletter! +++

Veja o arquivo aqui!

Desodorante sem Alumínio Imprimir E-mail

desod2aTodo dia seu corpo está exposto ao alumínio! Por que você deveria ser ciente isso?

A exposição ao alumínio de longo prazo pode aumentar o risco da doença de Alzheimer em 60%

[Fonte: 1]

Absorver qualquer quantidade de alumínio é prejudicial. Mas a maneira como entra no seu corpo faz a diferença. Alumínio entra no seu corpo quando você respira, come ou bebe. Mas dessa maneira só uma fração é absorvida pelo seu corpo, porque os seus pulmões, estômago, e rins trabalham em conjunto para eliminar mais de 95% do alumínio ingerido.

Mas alumínio aplicado sobre a pele pode alcançar níveis tóxicos. Pode acontecer através de um produto que a maioria de nós usa diariamente. - Isso acontece quando você aplica antitranspirante ou desodorante.

Alumínio é um ingrediente importante na maioria dos antitranspirantes de marca. Enquanto você aplicar apenas uma pequena quantidade de antitranspirante sobra a sua pele, diariamente, pode resultar em exposição crônica ao alumínio. E justamente isso pode levar ao mal de Alzheimer.

Dr. Al Sears citou um estudo, mostrando que o corpo humano esta retendo 40% de alumínio que contorna as vias naturais de eliminação, como os rins [Fonte: 2].

E evidentemente o alumínio permanece no corpo durante 15 dias depois de usar um antitranspirante [Fonte: 3].

Agora ficou mais evidente que a exposição de longo prazo ao alumínio pode causar no cérebro não apenas doenças neurológicas, mais também reais danos neurodegenerativas [Fonte: 4, 5].

Em 2003, o órgão governamental dos EUA responsável pelo controle dos alimentos públicos (Food and Drug Administration - FDA) publicou um estudo que concluía que os antitranspirantes são seguros. Não deixe isso causar uma falsa sensação de segurança. Existe uma ligação entre a ingestão de alumínio e a doença de Alzheimer - ao contrário do que a FDA consta.
A maioria dos antitranspirantes comerciais contêm alumínio, e é por isso não deveríamos usá-los. Especialmente em um pais tropical como no Brasil, queremos ter certeza de manter um cheiro fresquinho e natural. Aqui tem três alternativas recomendadas:

  • Bicarbonato de sódio e água: Misture a metade de uma colher de chá de bicarbonato de sódio com um pouco de água e aplicar na área das axilas. Bicarbonato de sódio pode neutralizar as bactérias que causam odor. Uma aplicação pode durar até 24 horas. (Comentário do tradutor: Este método foi comprovado no calor do nordeste brasileiro. Funciona mesmo e bem!)
  • Sal de Rocha: Esses sais são eficazes em parar odor de até dois dias inteiros. Você deveria ter certeza de obter os sais produzidos totalmente naturais e feitos de sais minerais. Estos tipos não são absorvidos pela pele, o que impede a acumulação de toxinas. Elas também permitem que o seu corpo a suar pra fora as toxinas que já estão em seu corpo normalmente.
  • As alternativas naturais feitos com óleos essenciais: Muitos dos meus pacientes usam estos. Tente encontrar aqueles que estão feitos a base de óleos naturais de plantas. Você também pode fazer-los sozinho em casa, se você preferir. Basta misturar um pouco do seu óleo favorito com uma pequena quantidade de álcool. Você pode então colocar a mistura em um frasco de perfume antigo e usá-lo como um spray. Existem muitos óleos que você pode escolher, incluindo ciprestes, alfazema ou flor de laranjeira. Alguns dos mais populares antitranspirantes naturais no mercado também usam cera de abelha derretida e manteiga de cacau nos produtos tipo stick. Estes são suaves sobre a pele e pode mascarar o odor de corpo durante um dia inteiro.

Tradução livre de um artigo publicado por Dr. Al Sears em inglês (aqui).

Veja também outros artigos:

Fontes citado pelo autor:

  1. Jansson, Erik T. "Aluminum Exposure and Alzheimer's Disease." Journal of Alzheimer's Disease 3 (2001): 541-549. 9 Jan. 2008.
  2. Brown RO, Morgan LM, Bhattacharya SK, Johnson PL, Minard G, Dickerson RN. "Potential aluminum exposure from parenteral nutrition in patients with acute kidney injury." Ann Pharmacother. 42(10):1410-5. Oct, 2008.
  3. Rodella LF, Ricci F, Borsani E, Stacchiotti A, Foglio E, Favero G, Rezzani R, Mariani C, Bianchi R. "Aluminium exposure induces Alzheimer's disease-like histopathological alterations in mouse brain." Histol Histopathol. 433-9. 23 Apr. 2008.
  4. Flarend, R, T Bin, D Elmore, and S L. Hemb. "A Preliminary Study of the Dermal Absorption of Aluminum From Antiperspirants Using Aluminium-26." Food and Chemical Toxicology 39 (2001): 163-168. 22 Jan. 2008.
  5. Exley, C, and M M. Esiri. "Severe Cerebral Cognophilic Angiopathy Coincident with Increased Brain Aluminium in a Resident of Camelford, Cornwall, UK." Journal of Neurology, Neurosurgery, and Psychiatry 77 (2006): 877-879. 18 Jan. 2008.
 

Comentários  

 
Janaina
+2 # Janaina 25-04-2011 14:54
Sugiro que procurem usar desodorantes sem alumínio. Eles já são encontrados facilmente no mercado, até mesmo para comprar na internet.
Uso o Desodorante Natural Livealoe, indico.
para quem se interessou: http://www.livealoe.com.br/home
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
BerndDharambir Singh
0 # BerndDharambir Singh 25-04-2011 15:27
Citando Janaina:

Olá Janaína,
muito obrigado pelo seu comentário. Sim os produtos da sua empresa seriam definitivamente uma opção. Muito sucesso na venda e obrigado pela sua colocação.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
silvia ribeiro
+1 # silvia ribeiro 28-04-2011 09:00
adorei a materia, gostaria de saber como vc usa o sal de rocha como desodorante, pois acho que esta solução é muito interessante, obrigado! estou procurando um desodorante de mercado sem aluminio, mas alem da dificuldade li tambem que alem de aluminio tem outra substancia que usam que tambem faz mal, então as vezes vc compra algo pensando que esta fazendo o bem, e nao sabe que nao ajuda o organismo. namastê!
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
BerndDharambir Singh
+1 # BerndDharambir Singh 28-04-2011 11:09
Citando silvia ribeiro:
Sal de Rocha

Olá Silvia,
pessoalmente só tenho testado o Bicarbonato de Sódio. Isso posso confirmar que funciona muito bem, até no calor do Nordeste.
Se você vai testar o Sal de Rocha, por favor deixe a gente participar das suas experiencias. Publique uma mensagem depois. Obrigado.
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
silvia ribeiro
0 # silvia ribeiro 28-04-2011 11:15
OI! VOU PESQUISAR um pouco sobre o uso do sal porque nem imagino como usar, e vou tentar depois fazer um post com as experiências e o que encontrei no mercado, sua postagem será incluida e creditada quando eu fizer a minha, vc me dá permissão? foi a melhor postagem que achei sobre o assunto! Namastê
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
silvia ribeiro
+3 # silvia ribeiro 03-05-2011 20:02
Como prometido, venho dar noticias do uso tanto do bicarbonato como do sal de rocha.
Usei o bicarbonato e foi ótimo, mas o sal de rocha aparentemente foi melhor.
Soquei num pilão pedaços de sal do himalaia, coloquei um pouco de agua de rosas (inspiração da Marília que me passou uma receita na postagem do meu blog) e uma micro gota de óleo essencial de alecrim, ficou simplesmente fantástico!

Muito obrigado, Namastê!
Responder | Responder com citação | Citar
 
 
Guest
+1 # Guest 20-04-2012 11:34
Somos fabricantes de produtos não testados em animais, sem química nociva, sem derivados do petróleo, parabenos, corantes, lauryl ether sulfato, sais de alumínio e outros produtos considerados prejudiciais à saúde
Visite nosso site e localize nossos revendedores
www.futuronatural.com.br
Responder | Responder com citação | Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Provérbios

"Tomar é sofrimento. Dar é felicidade."

Yogi Bhajan

Últimos comentários