O Tempo e os Números no Karam Kriya

numerology_004a

“O tempo flui como um rio ao nosso lado, às vezes perto e em outras vezes podemos nos sentir totalmente fora de contato com ele. Visualize-o como as ondas do oceano, enquanto caminhamos ao longo da praia …. às vezes, sentimo-nos afogar em suas correntes caóticas. Afastar-se deste oceano do tempo é impossível pois não importa quão longe você andar ainda estará bem atrás de você. Você pode senti-lo como um monstro faminto que quer te devorar e talvez você esteja com medo de virar as costas para ele.

Se você tentar se afastar do tempo você provavelmente vai encontrar-se olhando por cima do ombro para ver o quão perto ele está. O tempo é como a morte; ele vai sobreviver a todos nós e não sabemos se damos um alto valor a isso ou valor algum.” Shiv Charan Singh.

Numbers_ShivCharan

© Shiv Charan Singh

Shiv postula neste livro que o tempo em si não pertence ao mundo da Matemática, mas que o tempo é orgânico! Portanto, pertence principalmente ao mundo biológico ou vegetativo. E como o reino vegetal, também o tempo tem suas fases sazonais. A única diferença é que as estações do tempo mais profundas se sobrepõem umas às outras, como os dias girando dentro dos meses, os meses no ano e os anos no século.

O corpo orgânico experimenta ciclos de tempo de várias maneiras – os batimentos cardíacos, respiração, os padrões de sono e vigília, bem como os períodos entre a fome e satisfação. A respiração também muda a cada duas horas e meia de uma narina dominante para a outra. Esse mesmo ritmo expressa o movimento da energia vital através dos órgãos internos do corpo. Apesar de todos esses ciclos serem importantes sinais de vida também são únicos para cada indivíduo e por isso nós achamos que eles não são marcados por uma base comum de número. São os ciclos exteriores, que são compartilhados com outras pessoas, que ficam registrados e numerados para estabelecer uma referência comum.

Os ciclos de tempo que numeramos, os dias, meses, anos e século, e nosso relacionamento com eles estão todos representados em nossa data de nascimento.

KK-map
Para navegar, clique sobre a
região desejada do mapa!

Entre outras publicações, os capítulos de 16 até 20 do livro “Let The numbers Guide You“, escrito por Shiv Charan Singh, podem ser entendidos como uma introdução ao uso da numerologia através da data de nascimento. Com o mapa numerológico (veja ao lado) recebemos uma ferramenta potente para estudar mais sistematicamente os significados dos números nos vários ciclos da nossa vida, e fazer deste ensinamento um instrumento de transformação.
O mapa esta dividido em 5 ciclos:

  1. Ciclo anual (número do ano 2 dígitos): a semente
  2. Ciclo diário (número do dia): as raízes
  3. Ciclo mensal (número do mes): os ramos
  4. Ciclo do século (número do ano 4 dígitos): a flor
  5. O conjunto da data de nascimento (soma da data total): o fruto

Você vai encontrar a base biológica para a interpretação do relacionamento com o tempo usando a estrutura do calendário e da data de nascimento. Ele oferece um meio diagnóstico que permite ver a data de nascimento como uma janela para novas oportunidades na vida.

A prática do Karam Kriya reconhece os ciclos de tempo (numeramos como dias, meses, anos e século), assim como as influências vibracionais dos números com que nós os identificamos. Esta combinação é tão forte que fornece uma base muito importante a partir da qual uma negociação de uma visão significativa e mudança pode começar. Nossa data de nascimento proporciona uma janela para os nossos padrões de vida, que também é nosso karma. É, portanto, um instrumento científico para a transformação e, quando aplicados com integridade torna-se a arte da auto-realização.

Quadrantes I II III IV V
Pares de números 1 / 9 2 / 8 3 / 7 4 / 6 5 / 10
Os 10 Corpos
(mentais e energéticos)
Alma Mente Negativa Mente Positiva Mente Meditativa Corpo Físico
Corpo Sutil Corpo Prânico Aura Linha de Arco Corpo Radiante
Elementos Terra Água Fogo Ar Eter
Metáforas:
– da Planta
Semente Raízes Galhos Flores Frutos
– da Borboleta Ovo Lagarta Casulo Borboleta Reprodução
Ciclos do tempo Anual Diário Mensal Secular Tempo total
Estações do ano Inverno Primavera Verão Outono Colheita
Relações familiares Relação à mãe Relação ao pai Relação aos iguais Relação às crianças Relação ao cônjuge
Sentidos Olfato Paladar Visão Tato Audição
Estado mental Sono Sonho Transe Acordado Comunhão
Espaço Físico Etérico Astral Sensível Sagrado
Reino Mineral Planta Animal Humano Angélico

A intuição é uma negociação contínua do desconhecido nas fronteiras do conhecido. A compreensão muito racional e estrutural pode atuar como uma barreira ou um véu pesado, ao invés de agir como uma plataforma, uma janela, uma orientação para a revelação do mistério.