Yoga e Sistema Nervoso

sistema_nervoso3
O sistema nervoso é capaz de detectar variações de energia, transformá-las em sinais químicos e elétricos e transmiti-los rapidamente a outras partes do próprio sistema nervoso e do corpo com rapidez e flexibilidade devido à estrutura das células de seus órgãos e tecidos.

O que nos diferencia dos animais é que, além da detecção de estímulos e a organização de respostas coordenadas do organismo a eles, o nosso sistema nervoso é complexo o suficiente para aprender novas associações, lembrar dessas associações (e de seus efeitos sobre o corpo) e usar essas informações para fazer projeções para o futuro.

Nas nossas escolhas presentes levamos em consideração as experências passadas e o projetamos para o futuro – racional e emocionalmente.

Então, como a Yoga ajuda o Sistema Nervoso?

A visão da Kundalini Yoga não é necessariamente de diminuir a estimulação simpática, mas aumentar a resposta parassimpática.

Existe uma conexão entre as emoções e o Sistema Nervoso Autonomo. Vamos conhecê-lo melhor. O SNA  é  dividido em:

O Sistema Nervoso Simpático que dá a mensagem para agir, acelerando o coração, aumentando o ritmo da respiração e enviando sangue para os músculos e para fora do centro do corpo.

O Sistema Nervoso Parassimpático que é o breque do corpo, regula as funções reconstrutoras do corpo, diminui o ritmo respiratório, relaxa os nervos e muda a circulação para o centro do corpo, estimulando os órgãos. É vital para lidar com o estresse porque coordena o período de recuperação do estresse.

Yoga equilibra os Sistemas Simpático e Parassimpático.

Fortalecendo o Sistema Nervoso através da Respiração

respira4Sendo a única função neurovegetativa que podemos manipular pela vontade, a intervenção no funcionamento da respiração através da concentração e relaxamento produz excelentes resultados através de exercícios respiratórios, chamados de Pranayamas, que afetam o Sistema Nervoso.

  • Respiração pela narina esquerda estimula o Sistema Parassimpático e as faculdades calmantes, intuitivas e criativas do hemisfério direito do cérebro, levando à tranquilização mental.
  • Respiração pela narina direita estimula o Sistema Simpático e orienta para ação e para as faculdades analíticas do hemisfério esquerdo.
  • Respirações Alternadas das Narinas equilibram as atividades dos sistemas Simpático e Parassimpático e dos hemisférios cerebrais: promove uma experiência de receptividade, integra as idéias e dá prontidão para a ação.

Fortalecendo o Sistema Nervoso através de Posturas

posturas duplaPodemos fortalecer o Sistema Nervoso através do uso dos músculos durante a prática de posturas. Ao acalmar os processos do corpo e a atividade nervosa, equilibramos a energia que, então, fica disponível para a meditação.

Favorecem o Sistema Simpático – posturas de extensão da coluna torácica pois realizam compressão mecânica das vértebras e discos bem como da musculatura e quando cessa a compressão, o afluxo de sangue é intenso (por vasodilatação) aumentando a irrigação e o suprimento de oxigênio e energia e a consequente retirada/eliminação de resíduos tóxicos do funcionamento corporal (ácidos e gás carbônico).

Favorecem o Parassimpático – posturas de flexão e invertidas, quando atuam sobre as regiões da coluna cervical e sacral aumentam os benefícios, flexibilizam articulações e eliminam tensões nestas regiões. As torções: relaxam e descomprimem as raízes nervosas.

Meditação e o Sistema Nervoso

A ciência comprova a eficiência da meditação na redução do estresse e na prevenção e tratamento de doenças senis. Estudos indicam grande influência da meditação nas áreas do cérebro em que se concentram as atividades referentes à memória, atenção e concentração. A Kundalini Yoga tem meditações específicas para aumentar nossa capacidade de superação dos desafios que a vida nos apresenta. Veja aqui.

Constituem o Sistema Nervoso:

  • Sistema Nervoso Central – SNC (cérebro e medula espinhal) e
  • Sistema Nervoso Periférico – SNP (nervos, gânglios e terminações nervosas).  Fazem parte do SNP: Sistema Nervoso Autonomo (SNA), que está relacionado com os movimentos involuntários dos músculos não-estriado e estriado cardíaco, sistema endócrino e respiratório. Sistema Nervoso Voluntário, que está relacionado com os movimentos voluntários. Os neurônios levam a informação do SNC aos músculos esqueléticos.

>Fontes e Referencias:

 Mais ferramentas clique abaixo…

RespiraçãoPosturasMeditação
assobio

Respiração do Assobio

Você alguma vez imaginou que assobiar pode ser uma técnica maravilhosa de respi­ração e meditação?
Pois pode ser sim. Ao mesmo tempo em que praticamente todas as pessoas conhecem e sabem assobiar – podem usar esta técnica para aprender a res­pirar e a meditar eficientemente, tirando tensões, baixando ansiedade, melhorando o estresse e energizando – o assobio pode ser o seu momento de silêncio e paz – a Kundalini Yoga traz isso pra você, através dos preciosos ensinamentos de Yogi Bhajan.

0 comments
Janu-Sirsasana-01b

Alongamento do Nervo da Vida

Um dos princípios bási­cos na preservação de um corpo saudável, é a manutenção de uma coluna flexível. Dizem que esse é o segredo da juventude. Essa postura oferece inúmeros benefícios, o mais evidente é o alongamento por completo das costas, desde o topo da cabeça até o calcanhar. Apesar de ser realizada sentada, produz energia e calor.

0 comments
Adhomukha-Svanasana-1b

Postura do Triângulo

A Postura do Triângulo lembra um cachorro se alongando após se lev­antar, e é considerada uma das posturas es­senciais no Yoga. É uma postura de transição, por isso poderá ser repetida algumas vezes em uma única prática. É um bom exercício de for­talecimento, além de alon­gar e revigorar todo o corpo. Uma metade do corpo fica invertida e a inversão leva sangue e nutrientes vitais para o cérebro.

0 comments
Jathara_Parivartanasana_04

Alongamento do Gato

Se conseguir ficar uns segundos na postura, deixando os encaixes do quadril se acomodarem, experimentará a sen­sação de um quadril leve.

0 comments
portal

Meditação para Equilibrar as Energias Nervosas

Essa meditação “equilibra todas as energias nervosas e do sistema glandular para ajustá-los para a máxima eficiência.” Yogi Bhajan

0 comments